apoio

Cintigrafia óssea e PET-CT: uma aliança necessária para a deteção da metastização óssea no estadiamento do carcinoma da mama?

Cintigrafia óssea e PET-CT: uma aliança necessária para a deteção da metastização óssea no estadiamento do carcinoma da mama?

O estudo “Bone scintigraphy and PET-CT: A necessary alliance for bone metastasis detection in breast cancer?” foi um dos abstracts aceites na ASCO 2020, integrado na categoria Breast Cancer—Metastatic. Desenvolvido por uma equipa multidisciplinar, este trabalho teve como primeiro autor Joana Cristo Santos, do Departamento de Engenharia Informática da Faculdade de Ciências e Tecnologias da Universidade de Coimbra. Enquanto coautor do estudo, o Prof. Doutor Miguel Abreu, médico oncologista no IPO do Porto, apresentou os principais resultados obtidos. Assista ao vídeo.

Vídeo

Questionado quanto às motivações que levaram à realização do estudo, o Prof. Doutor Miguel Abreu explicou que o objetivo foi “responder a uma pergunta clássica e pertinente na prática clínica − qual é a importância, no estadiamento do carcinoma da mama, de realizarmos PET-CT juntamente com cintigrafia óssea”, dado estar descrito em diversas guidelines a complementaridade das duas metodologias, contextualizou.


Para tal, procedeu-se a uma ”análise prospetiva de doentes com carcinoma da mama tratados no IPO do Porto, entre 2014 e 2019, a quem foi proposto quimioterapia com carácter neoadjuvante, utilizando as doentes com carcinoma da mama localmente avançado”, esclareceu o especialista, complementando que “foram utilizadas apenas as doentes em que o intervalo da PET-CT e da cintigrafia óssea foi inferior a dois meses”.


Após analisarem os resultados dos dois exames, a grande conclusão retirada foi que “a aliança entre a PET-CT e a cintigrafia óssea na deteção das metástases ósseas no estadiamento de cancro da mama poderá ser apenas necessária numa pequena percentagem das doentes”, uma vez que a principal divergência foi a nível da metastização da calote. O Prof. Doutor Miguel Abreu reconheceu assim que deve ser avaliada se “esta junção que está definida nas guidelines pode ser evitada, poupando assim as doentes a dois exames que possam ser desnecessários e a mais gastos”.

segunda-feira, 01 junho 2020 18:22
Posters


31mai
14:30
Online
31mai
15:00
Online
31mai
20:30
Online
31mai
21:00
Online

Newsletter

Receba em primeira mão todas as notícias